Melhor Futebol do Mundo

Emerson desabafa após saída do Barcelona: 'Me expulsaram com palavras bonitas'

Lateral direito demonstrou mágoa com o Barcelona por conta da forma como conduziu a negociação com o Tottenham

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Emerson Royal disparou contra o Barcelona(Xavier Bonilla/NurPhoto via Getty Images)

Emerson Royal disparou contra o Barcelona | Xavier Bonilla/NurPhoto via Getty Images

O lateral direito Emerson Royal quebrou o silêncio após sua transferência do Barcelona para o Tottenham. Em entrevista ao jornal 'Marca', o brasileiro demonstrou mágoa com o clube espanhol pela forma como conduziu a negociação com os Spurs.

A partir desta temporada, você assiste a TODOS os jogos da Champions AO VIVO no HBO MAX! Clique aqui e assine!

Me doeu a forma como o Barcelona conduziu a situação. Poderia ter sido de outra maneira. Havia outras formas de acertarmos as coisas. Me diziam que eu teria que ir 'sim ou sim'. Quando cheguei estava certo de que o Barcelona queria me utilizar. Mas, olhando para trás, vejo que era algo claro para eles me comprarem para me vender em seguida".

"Eu pensava que o clube queria que eu ficasse. Joguei domingo de titular, no dia seguinte me despertei e fui treinar tranquilo. Ali comecei a ver a divulgação de várias coisas, que o Tottenham havia procurado o Barcelona, que estava quase tudo certo. Eu não entendia nada que estava passando do lado de fora do CT. Queriam conversar comigo e ali eu entendi que queriam me vender mesmo. Estavam me expulsando com boas palavras".

O jogador - que somou recentemente convocação para a seleção brasileira - revela ainda que poderia ter recusado a transferência, mas preferiu aceitar por sentir que o clube espanhol não o queria na equipe.

"Eu tenho a ambição de estar em campo. Sei que sou um atleta de futebol com contrato e poderia dizer que ficaria, mas sou uma pessoa que quer ser feliz. Não quero ficar em um lugar que não me queiram. Então decidi ir embora. Disse que não ficaria ali triste".

 
Cristiano Ronaldo comemora recorde: 'Queria muito bater. Tinha ficado triste depois do pênalti perdido, mas futebol é isso'
Comentários