Melhor Futebol do Mundo

Dirigente do Dortmund 'joga a toalha' por Haaland: 'Não podemos competir com o City'

Hans-Joachim Watzke não acredita na permanência do atacante em caso de proposta do clube inglês

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Haaland tem contrato até junho de 2023 com o Borussia Dortmund(Getty Images)

Haaland tem contrato até junho de 2023 com o Borussia Dortmund | Getty Images

Mais um capítulo na novela envolvendo o futuro de Erling Haaland no Borussia Dortmund. Nesta quarta-feira (30), o CEO do clube, Hans-Joachim Watzke, admitiu em entrevista ao 'Bild' que será muito difícil manter o jogador caso o Manchester City ofereça uma grande proposta ao atacante.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR A HBO MAX E ASSISTIR A TODOS OS JOGOS DA CHAMPIONS LEAGUE 2021/22!

Neste momento não sabemos nada do lado do jogador, nem ninguém nos procurou. No entanto, nós sabemos que não vamos conseguir segurá-lo financeiramente se o Manchester City fizer uma proposta."

O vínculo de Haaland com o Borussia Dortmund termina em junho do próximo ano, mas existe uma cláusula no contrato que libera o atacante caso algum clube pague 75 milhões de euros (R$ 400 milhões na cotação atual). O diário 'AS' divulgou recentemente que os City estava disposto a pagar 200 milhões de euros para levar o jogador para a Premier League, mas nada foi oficializado.

Em meio às especulações, Hans-Joachim Watzke ressaltou que o clube está preparado para revelar uma nova estrela para o futebol mundial, como aconteceu no passado. "Isso já aconteceu algumas vezes quando perdemos o Lewandowski para o Bayern, em 2014, e o Aubameyang para o Arsenal, em 2018. Criamos sempre uma nova estrela. Se o Haaland sair, vamos encontrar outro novo talento e desenvolvê-lo", afirmou.

Além do Manchester City, os rivais espanhóis Real Madrid e Barcelona também estão ligados a uma possível contratação de Haaland.

 
Goleada! Haaland faz o quinto do Borussia sobre o Besiktas!
Comentários