Futebol Brasileiro

Edenílson se pronuncia após acusação de racismo: 'Espero que não me julguem'

Jogador se pronunciou pela primeira vez após o suposto caso de racismo envolvendo o lateral direito Rafael Ramos, do Corinthians

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Edenílson em ação contra o Independiente Medellín, da Colômbia(Divulgação/Internacional)

Edenílson em ação contra o Independiente Medellín, da Colômbia | Divulgação/Internacional

O meia Edenílson se pronunciou pela primeira vez, nesta terça-feira (17), sobre o suposto caso de racismo envolvendo o lateral direito Rafael Ramos, do Corinthians, no confronto do último sábado (14), pelo Campeonato Brasileiro.

Em entrevista coletiva, o jogador, que marcou os dois gols da vitória do Internacional por 2 a 0 sobre o Independiente Medellín, da Colômbia, pela Copa Sul-Americana, revelou o que ouviu após acusar o atleta português e pediu para que não fosse julgado.

“'Mentiroso' e 'surdo' foram algumas coisas que eu ouvi. E eu sabendo o que ouvi. É complicado ver os fatos distorcidos. As imagens estão ali, espero que não me julguem. Não quis dar entrevistas para não expor o Rafael. Também por isso quis falar com ele", afirmou Edenílson.

Aos 31 minutos do segundo tempo, o meia do Colorado acusou o lateral do Timão de o ter chamado de "macaco" durante uma dividida. A partida ficou paralisada por alguns minutos com uma longa discussão entre os atletas de ambos os times, mas logo seguiu.

Comentários