Futebol Brasileiro

10 anos da Libertadores: Fábio Santos exalta trabalho de Tite no título do Corinthians

Neste dia 04 de julho, completam-se 10 anos que o Alvinegro venceu o campeonato continental pela primeira vez

Avatar del

Por Aline Dias e Ludmilla Florencio

Fábio Santos foi um dos destaques do elenco do Corinthians em 2012(Fernando Dantas/Getty Images)

Fábio Santos foi um dos destaques do elenco do Corinthians em 2012 | Fernando Dantas/Getty Images

Fábio Santos, que está em sua segunda passagem pelo Corinthians atualmente, também esteve presente na conquista inédita do clube na Libertadores, há 10 anos. Em entrevista exclusiva à TNT Sports, o lateral esquerdo relembrou que havia pressão para levantar esta taça e que era possível sentir esse clima vindo da torcida durante os jogos no Pacaembu.

"Brincava com outros amigos meus corintianos que dava para sentir a tensão no estádio. Era a principal conquista que o Corinthians precisava, a gente carregava essa pressão. Mas era um grupo muito maduro e inteligente, que sabia muito bem lidar com essas cargas, muito dedicado. Tentávamos cumprir da melhor forma o que era passado, porque sabíamos que seria uma oportunidade única de entrar na história do clube, e a campanha diz por si só. Invicto, quatro gols tomados. Todo sacrifício que a gente fez valeu muito a pena. A gente via que fase a fase íamos ganhando mais força em campo e sabíamos que seria complicado tirar essa conquista da gente", detalhou o jogador.

Fábio Santos ficou marcado por ser o último atleta a tocar na bola da final da Libertadores, diante do Boca Juniors. Falando sobre o feito, ainda em exclusiva à TNT Sports, o jogador afirmou que não é possível ter noção da grandeza do título no momento do apito final.

Na hora, você não sabe o tamanho da grandeza realizada. Tanto que 10 anos depois estamos falando disso. Mas é uma sensação de alívio que tudo deu certo, que o sacrifício seu e de outras pessoas que abriram mão de coisas para estar ali deu certo e que tudo valeu a pena. Eu acho que é mais isso. A responsabilidade de fazer tantas pessoas felizes. Isso é o mais prazeroso da nossa profissão".

Outro nome de extrema importância para o enorme sucesso do Corinthians em 2012 é o do técnico Tite, que hoje comanda a Seleção Brasileira. Para definir o papel do treinador na campanha realizade pelo Timão naquele ano, o lateral foi sucinto: "Essencial".

"Quando eu era menino, tinha um pensamento que treinador não definia tanto as coisas. Claro, pensamento de menino imaturo. Mas conforme o tempo vai passando, a gente sabe o quanto é importante ter uma pessoa na equipe não só na parte tática, mas na gestão de pessoas".

E o Tite faz isso de uma maneira sensacional. Não só ele, mas o staff dele sabe tirar, em cada função, o melhor do profissional. E todo mundo estava ali no melhor momento, Tite comandando, todo mundo falando a mesma língua, torcedor que fala a língua do time, time que fala a língua da comissão, que falava a língua da diretoria. Tudo se encaixou para que a gente fizesse essa campanha mais que especial", finalizou Fábio Santos.

Confira no Facebook da TNT Sports. Clique aqui e veja!

 
MFM Debate: Elenco da TNT Sports elege CR7 como melhor contratação acima de 100 milhões de euros
Comentários