Blogs

O pegador de Gdansk - Villarreal 1 x 1 Manchester United (11 x 10)

Villarreal campeão da Europa League. Unai Emery tetracampeão da competição.

Por Mauro Beting

O pegador de Gdansk - Villarreal 1 x 1 Manchester United (11 x 10)

O pegador de Gdansk - Villarreal 1 x 1 Manchester United (11 x 10)

87min58s em Villarreal (ou Vila-real - como os moradores chamam oficialmente, em valenciano). Pênalti bem discutível marcado para o time da casa no jogo de volta da semifinal da Champions de 2006. O Arsenal vencera em Londres por 1 a 0. O empate sem gols garantia o time inglês na decisão em Paris contra o Barcelona.

Pênalti para o Submarino Amarelo. A melhor surpresa da edição de 2006. Riquelme na bola. Possivelmente o melhor jogador da história da Libertadores pronto para fazer a dele também na Champions.

89min13s. Riquelme manda a bola no canto esquerdo. Lehmann acerta e espalma a cobrança mal feita pela craque argentino.

O jogo acaba logo depois. O estádio aplaude. O Villarreal foi gigante.

No momento do pênalti, o brasileiro naturalizado espanhol Marcos Senna estava com as mãos na cintura aguardando a cobrança. O volante ficou imóvel depois do tiro perdido. Mas logo correu atrás da bola para tentar o que não poderia mais.

Riquelme nunca mais reviu o lance.

Mas ele estava vendo na Argentina em 2021 a final da Europa League, em Gdansk. Entre o time da menor cidade campeã de um torneio europeu contra o Manchester United favorito.

Ele viu a disputa de pênaltis depois do empate em 120 minutos.

Ele e Marcos Senna, agora diretor esportivo do Villarreal, no dia do jogo mais importante em 98 anos do clube espanhol. O da sua primeira conquista em grande nível. A que não foi possível ser em 2006 pelo pênalti falhado.

Justo nos pênaltis.

Com o goleiro reserva que não havia ainda defendido um pênalti.

Gerónimo Rulli. Argentino de La Plata. Um ano atleta do Manchester City em 2016-17.

Rulli acertou o primeiro canto. Mas não deu. No terceiro pênalti batido por Bruno Fernandes, Rulli chegou a tocar na bola. Não deu. Fred fez o sexto gol. A terceira vez que Rulli acertou o canto e ainda relou na bola. Não deu. Shaw bateu no chão. Rulli não segurou a bola que passou por cima dele. 8 x 8!

Pau Torres bateu no ângulo e fez 10 x 9 Villarreal. Há 15 anos ele era um garoto que chorava na arquibancada de Villarreal aquele pênalti do Riquelme que não levou a partida à prorrogação.

Lindeloff bateu e fez o décimo gol do United. Foi o quinto pênalti em que Rulli acertou o canto. Também resvalou na bola. Mas de nada adiantou. Nem pra estatística entra.

Foi a vez de Rulli bater o dele. Parecia um tiro de meta. Mas entrou bonito no canto alto esquerdo de De Gea.

11 x 10.

Era a vez de De Gea. Não bateu mal no canto esquerdo. Rulli que foi bem e espalmou.

Bola no mesmo canto em que Riquelme...

Bola no mesmo canto em que Rulli agora mudou a história da pequena Villarreal.

Do gigante Villarreal.

11 x 10.

Mas eram 11 mesmo contra milhões do United. De histórias, craques, torcedores e euros.

Pênalti não é loteria.

Mas Rulli e os de Villarreal ganharam um prêmio ainda maior

Comentários